Grupo Coral de Santa Cecília de Calvão

Dados da associação
Nome: Grupo Coral de Santa Cecília de Calvão
Morada:
Código postal:
Nº Contribuínte:
Email:
Website / url:
Nº Telefone:
Nº Fax:
Pessoa de contato:
Contato de responsável:

O Grupo Coral de Sta. Cecília de Calvão foi fundado pelo P. António Martins Baptista, primeiro pároco de Calvão. Conhecedor da importância da educação da sensibilidade para a formação integral da pessoa humana, o P. Baptista interessou-se por desenvolver nos jovens as suas capacidades no aspecto musical, teatral e nos trabalhos manuais. Foi desta intuição do P. Baptista que nasceu este Grupo Coral.
Os jovens juntavam-se à noite na Residência Paroquial e receberam durante alguns anos lições de solfejo, juntamente com a preparação de algumas peças polifónicas. Nestaprimeira fase do Grupo Coral Sta. Cecília De Calvão o Grupo Coral começou a fazer as actuações, que eram sobretudo a participação pelo canto, nos actos litúrgicos. Ressaltam destes actos litúrgicos a solenização das missas novas, dos novos padres de Calvão. Por diversas vezes participaram nas outras freguesias na solenização dos actos de culto, dum modo especial em celebrações exequiais. Fazem parte do repertório desta altura os responsórios da Semana Santa. Os compositores preferidos eram sobretudo "Victória" e " Palestrina".
Apesar de o Sr. P. Baptista não ter grandes dotes musicais, depressa fez aparecer à sua volta pessoas com um verdadeiro gosto e saber musical. Dentre outros destacamos Paulo da Silva Frade; Eugénio Frade; Hermenegildo Carvalhais; Angelino da Rocha Fresco (pai do P. João Mónica) e Amândio da Rocha Creoulo.
Esta fase do Grupo Coral de Sta. Cecília de Calvão ultrapassou mesmo a saída do P. António Martins Baptista de pároco desta Freguesia. Manteve-se ainda em funcionamento durante toda a vida paroquial do P. Augusto Gomes da Silva e
do Sr. P. José Felix de Almeida.
Numa Segunda fase e depois de alguns anos de interrupção, motivados pela falta de poio e cansaço subsequente, os velhos tempos parecem ter renascido mais uma vez sob a batuta do P. Baptista. Tratava-se de uma festa de homenagem, organizada pelo seminário de Calvão ao modelo de sacerdote que fora apresentado aos seminaristas.
Depois de prolongadas buscas os jovens seminaristas conseguiram junto das pessoas mais idosas obter os elementos definidores da personalidade sacerdotal do P. Baptista. Foi com grande alegria e espontaneidade que o seminário quis dar, em reunião geral de pais, o realce merecido à figura do fundador do seminário — o Sr. P. Baptista.
Foi organizado um dia comemorativo deste acontecimento para o qual foi convidado o Sr Bispo de Aveiro, D. Manuel de Almeida Trindade que presidiu a todos os actos festivos. Foram também convidados todos os padres de Calvão, bem como os mais antigos colaboradores do Sr. P. Baptista. Estes últimos, tocados no mais íntimo da sua sensibilidade espiritual quiseram reagrupar-se e voltar a cantar, neste dia, velhas peças que já pensavam não voltariam a ser cantadas por eles. Foi o começo desta Segunda fase. Nunca mais pararam a caminhada retomada. Nesta fase foi muitíssimo importante a intervenção do Padre Manuel da Rocha Creoulo que semanalmente fez as preparações necessárias com os elementos do Grupo agora de novo constituído. Foram feitas várias actuações e concursos de coros polifónicos.
Entretanto Sr. Padre Creoulo ressentiu-se da sua saúde e por causa disso ficou impossibilitado de continuar a reger o Grupo Coral. Assim terminou esta Segunda fase deste Grupo.
Mas não se podia parar.
As primeiras dificuldades já tinham sido vencidas. Então, depois de várias consultas, os elementos do Grupo Coral de Sta. Cecília de Calvão foram unânimes em solicitar ao Dr. Manuel Augusto da Silva Frade, advogado, a sua colaboração como maestro.
Depois da entrada em exercício do novo regente e com a anterior experiência adquirida o Grupo Coral teve necessidade de se estruturar
juridicamente. Foi então criado por escritura notarial de 1989 o Grupo Coral de Sta. Cecília de Calvão.
Sem perder a sua vocação de animação litúrgica o Grupo preocupou-se em alargar o seu reportório em actuações públicas.
Nestes últimos anos tem feito actuações em vários pontos do país, designadamente em Aveiro, Guarda, Oliveira do Bairro, Vouzela, Póvoa do Varzim, Leiria e Lamego. Deslocou-se também este ano a França tendo feito duas actuações em Valence, S. Marcel e tendo também feito uma boa actuação em Aix-les-Bains.
O nível neste momento atingido é comummente reconhecido.
Os primeiros corpos gerentes do Grupo Coral de Sta. Cecília nesta última fase foram Manuel Margarido da Rocha, Manuel Evangelista da Costa Pinho, Júlio de Oliveira Dinis, Ricardo Ribeiro, Arlindo António Carvalhais, Orlando da Rocha Matias, sendo actualmente o presidente do mesmo Grupo o Prof. Sérgio Martins.
O Grupo Coral c Sta. Cecília de Calvão tem encontrado consigo próprio já tomou consciência das suas responsabilidades enquanto entidade cultural da Freguesia de Calvão e do Município Vagos.